martedì 17 luglio 2012

Allarme inadempienza in Brasile : raggiunto il maggior livello degliultimi 12 anni





Oramai è certo : le famiglie e le imprese brasiliane si stanno super indebitando e questo si percepisce dall'aumento della percentuale di inadempienza media che ha raggiunto il massimo degli ultimi 12 anni : 6% .







In effetti la spinta al consumo determinata dalle azioni del governo è veramente forte ed anche persone disciplinate fanno fatica a resistere . Riduzioni delle tasse sui prodotti industrializzati accompagnate da forti sconti da parte dei produttori hanno , ad esempio , determinato la caduta del prezzo delle auto di parecchie migliaia di reais in dipendenza del modello . A ciò si aggiunge il finanziamento su 12 mesi a tasso zero del 40% del prezzo oltre alla buona valutazione dell'usato dato in cambio . Il credito inoltre è concesso senza presentazione di alcuna documentazione di reddito ad eccezione di una semplice auto dichiarazione .





A inadimplência das famílias e das empresas atingiu o maior valor de toda a série histórica do Banco Central (BC) em maio deste ano, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela autoridade monetária. O percentual médio de pessoas físicas e jurídicas que não pagaram suas dívidas atingiu 6%, o patamar mais alto desde o início da série do BC, em junho de 2000.
O percentual de famílias inadimplentes também subiu no mês passado e chegou a 8%, o maior nível desde outubro de 2009, quando atingiu 8,09%. Entre as empresas, o patamar de inadimplência permanece em 4,1% desde fevereiro deste ano, também a maior desde maio de 2001, quando bateu 4,2%.
Entre as pessoas físicas, a inadimplência no pagamento de empréstimos para a aquisição de veículos atingiu 6,1%, o maior nível desde o início da série histórica do BC, que começa em 2000. A modalidade de crédito que mais contribuiu com a inadimplência em maio foi o cheque especial, a forma mais cara de empréstimo entre todas as disponíveis no mercado. Nesse tipo de financiamento, a inadimplência ficou em 11,3%.



Os dados divulgados hoje pelo Banco Central mostram que o número de famílias e empresas com dívidas está aumentando mesmo com previsões contrárias do governo, que está dando incentivos, como redução de impostos e aumento de oferta de crédito para incentivar o consumo.



Alerta internacional



Nesta semana, o Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês), uma espécie de banco central mundial, alertou o País para a possibilidade de nova crise financeira e colocou o Brasil no centro da zona de perigo por conta do descompasso entre o crescimento do crédito e a expansão da economia. A entidade também alertou para o risco de "superendividamento" das famílias e empresas e para a forte alta dos preços imobiliários, que pode causar uma bolha no setor.



Spread



Após comprar a briga pela queda dos spreads, que é a diferença entre a taxa cobrada pelo banco para captar e emprestar dinheiro, o indicador recuou em maio. A média geral (entre pessoas físicas e jurídicas) atingiu 24,7% anuais, o menor patamar desde dezembro de 2010 (23,5%). Para as empresas, o spread ficou em 16,8% em maio e para as famílias, 30,5%.





Fonte : Terra.com






Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/VivereInBrasile/~3/m-8YNtltozQ/allarme-inadempienza-in-brasile.html

Nessun commento:

Posta un commento

Ogni opinione espressa in questi commenti è unicamente quella del suo autore, identificato tramite nickname e di cui si assume ogni responsabilità civile, penale e amministrativa derivante dalla pubblicazione del materiale inviato. L'utente, inviando un commento, dichiara e garantisce di tenere INFORMARMY.com manlevato ed indenne da ogni eventuale effetto pregiudizievole e/o azione che dovesse essere promossa da terzi con riferimento al materiale divulgato e/o pubblicato.
INFORMARMY.com modera i commenti non entrando nel merito del contenuto ma solo per evitare la pubblicazione di messaggi volgari, blasfemi, violenti, razzisti, spam, etc.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...